(47) 3520-6604 cerumar@cerumar.com.brÁrea Restrita
Busca De Dados De Informação Tecnológica

Sua ideia é única?

Banco de dados mundial para pesquisa na Inovação

Todos os anos milhões de ideias nascem e não vão para o mercado. Mas o que fazer quando se tem uma ótima ideia? Para quem teve uma, é importante que a proteja, utilizando as leis da Propriedade Intelectual, nesse caso patenteando uma invenção. As patentes são títulos concedidos pelo estado para alguém que inventou algo, e que lhe dá o direto de utilizá-la sem concorrentes por um determinado tempo.

Tiago PisettaSegundo o diretor comercial da Cerumar Propriedade Intelectual, Tiago Pisetta, cerca de 80% do conhecimento humano é patente, e destes, 70% nunca foram para o mercado. “São invenções que o inventor não conseguiu industrializar, às vezes por falta de investimento ou porque a invenção não funcionou como o esperado”, afirma.

Mas onde estão essas invenções?

Todas as informações sobre as patentes estão em bases de dados de patentes de todos os países do mundo. “Estão todas arquivadas em diversos bancos de dados de informação tecnológica, que juntos, tem em torno de 110 milhões de invenções. Elas são arquivadas através de relatórios que precisam conter de forma técnica o funcionamento do invento”, revela Tiago.

Analisando dados mundiais, até o ano passado a China depositou 1,3 milhões de patentes, os Estados Unidos 600 mil e o Brasil cerca de 28 mil patentes. Mas, só no Brasil 26 mil foram arquivadas durante a vigência, pois o titular da patente deixou de pagar as anuidades e de dar manutenção.  Ou ainda muitas dessas invenções já venceram a proteção e hoje já caíram em domínio público. As pessoas podem simplesmente copiar, sem violar a patente de ninguém. “Usar patentes já disponíveis no mercado para resolver problemas, é chamado também de Inovação Frugal. Entendida como a inovação que dispensa muito dispêndio de tempo e dinheiro e que resolve facilmente um problema de mercado”, ressalta Tiago.

Por que a base de dados é importante?

A busca de documentos de patente ajuda o inventor a avaliar se sua invenção realmente é uma novidade e a decidir se irá ou não fazer o depósito do pedido de patente. Por isso é importante ajuda especializada, para fazer pesquisa nos bancos de dados, identificar as invenções relacionadas, rastrear e monitorar os possíveis concorrentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


− um = 4